Avenida Otávio Santos, n° 309 - Recreio (77) 2101-2353 | (77) 98825-1082

Quem é o médico patologista?

abril 21, 2021

O médico patologista atua nos ‘bastidores da medicina’, desenvolvendo um trabalho fundamental – o diagnóstico do câncer, definindo se é maligno ou benigno. É dele também, muitas vezes, a responsabilidade de definir se um órgão é adequado ou não para o transplante, além de desempenhar importante papel no tratamento dos pacientes transplantados e em outras doenças inflamatórias e infecciosas específicas como, por exemplo, a tuberculose. O médico patologista também é responsável pelo exame citopatológico – o exame de “Papanicolau” que objetiva a prevenção do câncer de colo do útero e o exame das células retiradas por punção aspirativa por agulha fina de nódulos da mama, da tireoide e de vários outros órgãos, bem como das células de derrames cavitários (barriga d’ água, água no pulmão, etc).

O Laboratório de Patologia é visto pelo paciente como uma “caixa preta”: um conjunto de equipamentos sofisticados, onde o material é recebido e o diagnóstico aparece quase que milagrosamente, impresso em um laudo. Porém, essas interpretações e diagnósticos complicados são feitos por um profissional altamente qualificado e em constante atualização, que é o patologista. Auxiliados por uma equipe, composta por técnicos de laboratório e assistentes administrativos, somos capazes de receber, analisar e emitir laudos anatomopatológicos.

Outra visão comum, é o médico patologista, lida no dia-a-dia com cadáveres e investigação de crimes, como visto nos seriados de TV. A investigação criminal é feita pelos médicos legistas, alguns dos quais também são especializados em patologia. O médico patologista faz a autópsias quando há dúvida sobre a doença que levou o paciente a falecer. Porém, no dia-a-dia eles lidam com materiais de pacientes vivos. Desde análise de fragmentos de pele que são retirados pelo dermatologista; do exame de Papanicolaou coletado pelo ginecologista; até grandes peças cirúrgicas enviadas para investigação de cânceres.

Microscopia é o estudo das alterações celulares, é o momento em que o médico patologista irá determinar o diagnóstico. Sem o médico patologista, a medicina moderna não pode existir! 

Fonte: site da Sociedade Brasileira de Patologia.

Compartilhar:

Este site preconiza que qualquer problema de saúde de um paciente deve ser resolvido por profissionais da área de saúde, durante consulta médica fora do âmbito virtual. Desta forma, todas as informações disponíveis neste site foram concebidas para apoiar, e não para substituir a consulta médica. Pelo mesmo motivo, este site não oferece serviços ou aconselhamento médico-profissional.
A informação médica via Internet pode complementar, mas nunca substituir a relação pessoal entre o paciente e o médico. Por uma questão de ética e de responsabilidade profissional não podem ser dadas consultas nem prescritos tratamentos médicos sem o exame pessoal do paciente. Procure sempre a orientação de um médico em quem você possa confiar e siga a sua orientação.